Oscar-valho

27 02 2011

Bem, hoje é noite de Oscar. A “nata” do cinema americano se reúne para bater palmas uns para os outros, e coroar todo aquele reino de imagens pré-concebidas ou fabricadas. É claro que amanhã falaremos aqui um pouco mais sobre os vencedores, mas concordo em corpo e alma com o Barcinski, que acha “tudo aquilo uma jequice sem tamanho”. De fato, em um ano que Scorcese realiza um clássico instantâneo (Ilha do Medo, sobre o qual ainda falaremos por aqui) e nem é indicado – e, se lembrarmos, seu Oscar veio tardiamente, por um filme muito bom (Os Infiltrados), mas menor que outros (Taxi Driver e Touro Indomável, por ex.) -, as coisas parecem pré-fabricadas mesmo. De qualquer modo, depois nos falamos!

Tanto barulho por nada


Ações

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: