Sherlock Holmes

17 03 2011

Guy Richie virou carne de vaca. Depois de todos aqueles filmes repetidos – que ninguém aguentava mais (falei um pouquinho disso aqui, sobre Rock’nRolla) -, o rapazola aceitou a bela (imagino) oferta da Warner e dirigiu uma versão repaginada de Sherlock Holmes, em 2009. Com um Watson bom de briga, um Sherlock malucão e beberrão, um vilão marcante e uma típica trama complicada e repleta de sacadas e reviravoltas, o filme não é de todo ruim. É claro que o ótimo elenco contribui bastante pra isso: Jude Law está muito bem como um Watson que não aguenta mais as maluquices, Mark Strong sempre competente como algum cara foda e, claro, Robert Downey Jr. cumprindo seu papel de insano briguento beberrão carismático. Entretanto, é onde Guy Ritchie poderia se destacar e fazer algo bem legal que a coisa desanda: sequências de ação muito exageradas, efeitos especiais demais, e dez mil cenas onde percebemos que Holmes anteviu tudo. Se fosse mais comedido, seria bem mais divertido; no fim das contas, o carisma e competência do elenco e um roteiro que não compromete demais, Sherlock Holmes fica na média.

Sherlock Holmes” – Bom

Anúncios

Acções

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: