Darkman, 1990

12 05 2011

Esqueçam dele na atualidade, relembrem o fim dos anos 80: com dois filmes divertidíssimos da série Evil Dead, Sam Raimi andava inspirado. Então, em 1990, ele resolve fazer um filme embebido em toda a atmosfera dos personagens pulp dos anos 40 – principalmente O Sombra [que iria ganhar uma adaptação anos depois] -, e nos presenteia com Darkman, de 1990. O estilo de filmagem de Sam contribui muito para o tom descompromissado e nostálgico do filme: por diversas vezes o cineasta quebra a dramaticidade com seus close-ups malucos e edição tresloucada; além disso, o roteiro corrobora para que o filme seja divertido: ao mesmo tempo em que Peyton Westlake/Darkman [Liam Neeson, muito bem] trava uma batalha interna entre a sanidade e a razão, ele precisa proteger sua amada Julie [Frances McDormand gracinha]. O personagem é rico pois não é um mero vigilante; é um cientista deformado, que precisa utilizar sua inteligência e habilidade para derrotar uma gangue. É simplesmente genial a ideia do “camaleão”, e como a ausência de dor para Peyton intensifica seus sentimentos – a sequência do parque de diversões exemplifica isso com maestria. Assim, num clima digno de qualquer grande pulp hero, com cenas editadas de modo maluco e intenso – numa das melhores “adaptações-de-quadrinhos-que-não-necessariamente-existem” -, Darkman é sinal de diversão garantida.

Darkman – Vingança Sem Rosto” – Muito Bom

Anúncios

Acções

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: