C’era una volta il West

18 08 2011

A perfeição é um conceito extremamente dependente da perspectiva tomada, pois é uma mistura de afinidades pessoais, características assimiladas por todos, dentre outros inúmeros fatores. De qualquer modo, é praticamente uma utopia alcançá-la, com certeza. No entanto, há certas pessoas que realizam um feito digno de perfeição… e há pouquíssimas outras que conseguem mais do que apenas um. Um homem disposto a pagar qualquer preço por seu sonho; um homem disposto a pagar qualquer preço para se dar bem; um homem disposto a pagar qualquer preço por sua ganância, uma mulher disposta a pagar qualquer preço por sua sobrevivência; um homem disposto a pagar qualquer preço por sua vingança.

Elenco estelar, trilha magnânima, cenas inesquecíveis, planos bem montados e realizados, uma história riquíssima: Era Uma Vez no Oeste, de 1968, tem isso e muito mais. Também, é difícil imaginar uma obra que envolva Sergio Leone, Dario Argento, Bernardo Bertolucci, Nino Baragli, Ennio Morricone, Henry Fonda, Charles Bronson, Claudia Cardinale, Gabriele Ferzetti, Woody Strode e Jack Elam não resulte em algo extraordinário. A meu ver, por mais que tenham conteúdos e atmosferas completamente distintas, C’era una volta il West e Três Homens em Conflito são obras perfeitas, e cabe ao gosto do freguês decidir qual a sua favorita. Por um nariz de vantagem, ainda sou mais Il Triello, mas, oras, abençoados sejam os céus por nos permitir contemplar estas duas obras-primas.

“Era Uma Vez no Oeste” – Excelente


Ações

Information

2 responses

18 08 2011
Pedro Pereira

Caro amigo. Por motivos pessoais prefiro “O bom, o mau e o vilão” (é assim que se chama em Portugal), mas não tenho grandes dúvidas de que este o melhor western jamais realizado.

Mal posso esperar pela tua participação nos “spaghettis da minha vida”, aposto que este vai estar na lista!


Pedro Pereira

http://por-um-punhado-de-euros.blogspot.com
http://auto-cadaver.posterous.com
http://filmesdemerda.tumblr.com

18 08 2011
hqsubversiva

Entendo seu ponto, e também me apetece mais Il Triello, como nunca deixo de relembrar. Mas também acho que ambos sejam o faroeste perfeito, cada um a seu modo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: