Uma ode a Ted Kord

27 08 2011

Eu amo Ted Kord. Eu idolatro esse cara, sempre o fiz. Ele nunca foi destes malandros exagerados, personagens que todo mundo acaba inventando alguma pataquada estúpida, não senhor. Kord era um cara honesto consigo mesmo. Me irritava um pouquinho esta coisa de todos sonharem em ser o Batman, o Superman, o Homem-Aranha ou o Wolverine. Não porque estes personagens não ostentem características que qualquer fã gostaria de ter, mas é que me parece que o mar tem tantos outros peixes! E Ted Kord é ídolo, genialidade em forma bruta. Além de ter feito parte de uma das Ligas da Justiça mais ridículas, descabidas e hilárias de todos os tempos, ele tem um melhor amigo. O Super é amigo do Batman, mas é essa coisa fria distante e chata, de mentirinha mesmo. A mesma coisa vale pra essas outras grandes parcerias, tipo Homem de Ferro e Capitão América, porque é tudo perfeitinho demais pro meu gosto. Besouro Azul – porque o Ted Kord vai carregar esta alcunha pra sempre, pelo menos pra mim – e Gladiador Dourado são dois caras simpáticos desastrados carismáticos e em sintonia. Porra, eles têm senso de humor! Enquanto Batman e Cia. poderiam ser análogos aos bonitões e bem sucedidos do mundo real, Besouro e Gladiador são aqueles caras que têm potencial não aproveitado. Talvez seja uma espécie de consonância entre Ted e eu esta baita síndrome de vira-lata. Mas o que me faz admirá-lo é que Ted é um cara tão capaz quanto outros grandes personagens sem poderes, só que sem a grife. E morre, que nem a gente vai morrer um dia. E não vai reviver, porque ele é um cara normal. Diabo, fiquei triste quando ele morreu, fiquei mesmo. Por quê? Quando esses cachorros grandes morrem, é sempre uma questão mercadológica, a volta se torna um mero detalhe; quando gente normal e querida morre, a gente fica de luto. Eu queria ser o Besouro Azul, com aquelas parafernalhas estranhas e aquele uniforme de pano.

Anúncios

Acções

Information

4 responses

30 08 2011
Luiz Alexandre

Bonito isso, cara. O melhor texto teu, na minha ébria opinião. Eu não li nada dessa época da Liga, talvez umas duas histórias no máximo, mas o que você disse é verdade, o sujeito faz parte daquela categoria de personagens que não vende um gibi próprio, mas quem é fã sente falta. Fucking DC comics com suas decisões editoriais doidas.

30 08 2011
hqsubversiva

Obrigado, Luizão! Nem fico puto nem nada com a decisão editorial da DC, me emputeço apenas quando são mortes vazias, sem significado, e não é este o caso. É só uma declaração de amor e adoração ao Ted, dos meus personagens favoritos das HQs msm

1 09 2011
gama

EU nem li, só vi as figurinhas !

1 09 2011
hqsubversiva

Hahahahah, então larga de bobagem e leia as letrinhas!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: