Outrage (2010)

8 01 2012

Confesso que vi, uns bons anos atrás, apenas Zatoichi do diretor Takeshi Kitano. Grandes amigos haviam me recomendado seu último filme Outrage, de 2010, e me surpreendi positivamente. O diretor japonês, que circunda esta temática Yakuza, realiza um filme cru e poderoso, no qual a palavra central é ciclidade. A máfia japonesa, tal qual outras organizações criminosas pelo globo, se constrói por meio de uma cadeia de relações ambíguas e traiçoeiras, e as traições e reviravoltas e alianças se estabelecem e são desfeitas naturalmente.

Kitano é Otomo, um chefe de família de baixo escalão, subordinado ao clã Ikemoto, controlado pelo mafioso homônimo, desempenhado por Jun Kunimura. Há toda uma teia de relações promíscuas que envolvem mafiosos, policiais e até diplomatas, no qual Kitano monta uma história poderosa. O japonês não mede esforços para estampar a brutalidade inerente aos yakuzas, com mortes e torturas extremamente violentas – com destaque para a sequência no consultório dentista e o passeio de carro vendado.

Outrage não procura revolucionar o gênero, e tem plena consciência de que seu grande mérito é saber como mostrar uma história yakuza. No entanto, Kitano escracha este denominador comum das máfias, que é a ciclicidade dos clãs, e como esta cadeia se perpetua, como as peças mudam mas o jogo se mantém o mesmo. E, acima de tudo isso, o poder nunca se fixa. Tal como as peças destas sangrento tabuleiro, ele passa de mão em mão, e ao longo do caminho, mais e mais sangue se derrama.

Outrage” – Muito Bom


Ações

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: