Nicolas Cage em “Sou doido de pedra”

4 02 2012

Do Omelete, sobre Nicolas Cage e as filmagens de Motoqueiro Fantasma 2, na qual nosso querido maluco usava uma pintura vodu pra atuar:

Eu pintava meu rosto com maquiagem preta e branca para ficar igual a um ícone afro-caribenho chamado Baron Samedi, ou o ícone vodu de Nova Orleans que também se chama Barão Sábado. É um espírito da morte, mas ama crianças; é muito libidinoso, então é uma coisa meio antagônica. E eu colocava lentes negras nos olhos, de forma que você não via nem o branco nem a pupila, eu parecia uma caveira, ou um tubarão branco ao ataque.

Na fantasia, na jaqueta de couro, eu costurei relíquias egípcias com milhares de anos de idade, e coloquei pedaços de turmalina e ônix nos bolsos para reunir estas energias e fazer eu imaginar que elas me ampliavam, ou me colocavam em contato com antigos fantasmas. Eu andava no set assim, carregado de badulaques mágicos, e não dizia nada para meus colegas atores, nem para a equipe nem para os diretores. Sentia o medo nos olhos deles, e era como colocar mais oxigênio no incêndio na floresta. Eu acreditava que era o Motoqueiro Fantasma.

TÁ BOM ENTÃO, CHEFE.


Ações

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: