Último Round

15 03 2013

“(…) apelo então para a minha própria situação de contista e vejo um homem relativamente feliz e cotidiano, envolto nas mesmas mesquinharias e dentistas de todo habitante de uma cidade grande, que lê o jornal e se apaixona e vai ao teatro e que de repente, instantaneamente, num percurso de metrô, num café, num sonho, no escritório enquanto revisava uma tradução suspeita sobre o analfabetismo na Tanzânia, deixa de ser ele-e-suas-circunstâncias e sem razão alguma, sem pré-aviso, sem a aura dos epilépticos, sem a crispação que precede as grandes enxaquecas, sem nada que lhe dê tempo de apertar os dentes e respirar fundo, é um conto, massa informe sem palavras nem caras nem princípio nem fim mas já um conto, uma coisa que só se pode ser um conto e então logo a seguir, imediatamente, a Tanzânia que se dane porque esse homem vai botar uma folha de papel na máquina e começar a escrever mesmo que seus chefes e as Nações Unidas em peso lhe aluguem as orelhas, mesmo que sua mulher o chame porque a sopa está esfriando, mesmo que ocorram coisas terríveis no mundo e ele precise ouvir as notícias pelo rádio ou tomar banho ou ligar para os amigos. Lembro-me de uma passagem curiosa, creio que de Roger Fry; um menino precocemente dotado para o desenho explicava seu método de composição dizendo: First I think and then I draw a lline round my think (sic). No caso desses contos acontece exatamente o contrário: a linha verbal que os desenhará  começa sem nenhum think prévio, há como um coágulo enorme, um bloco total  que já é o conto, isto é claríssimo embora nada possa parecer mais obscuro, e justamente aí reside essa espécie de analogia onírica de sinal invertido que existe na composição desses contos, porque todos nós já sonhamos coisas imediatamente claras que, uma vez acordados, eram um coágulo informe, uma massa sem sentido. Será que se sonha acordado ao escrever um conto? Sobre os limites entre o sonho e a vigília, já se sabe: basta perguntar ao filósofo chinês ou à borboleta.”

[Julio Cortázar]

andre_kertesz_8.jpeg54


Ações

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: