The Way of the Dragon (1972)

2 01 2013

way

Continuando a (re)incursão pelo legado de Bruce Lee no cinema – e de quebra voltando a produzir aqui para o HQSub -, pude rever The Way of the Dragon (O Vôo do Dragão), de 1972, neste fim de 2012. Feliz ou infelizmente, o filme perdeu boa parte do fôlego e da força que tinha para mim, desmistificando um pouco a aura em torno de Lee. Protagonizado, escrito e dirigido pelo mestre, a trama é bastante simplória (em alguns pontos, inclusive, beira a ingenuidade), mostrando Tang Lung [Bruce Lee], um jovem mestre de kung fu que vai a Roma para ajudar o restaurante de sua amiga Chen Ching Hua [Nora Miao], que está sob constantes ameaças de uma gangue obscura que pretende extorqui-los. Lee aposta em suas habilidades cômicas e de atuação para “dar liga” ao filme, criando assim diversas sequências sem muitos ganhos para a trama principal, mas que servem como gancho para diversas cenas de ação. Neste sentido, o filme desaponta em sua trama, mas no restante já mostra o refinamento de Bruce no tratamento das cenas de luta: devidamente planejadas e muito bem arquitetadas, vemos Tang Lung lutando com diversos oponentes simultaneamente e também em grandes duelos – como a clássica luta contra Chuck Norris, sequência que ainda mostra poder e intertextualidade incríveis depois de 40 anos do lançamento do filme -, dando um ritmo interessante às ações. Há de se destacar ainda o amadurecimento de Lee ao incorporar aspectos de outros gêneros no longa, como a comédia tipicamente física do cinema mudo (suas caras e bocas ao longo da obra, por ex.) e os duelos western (a utilização de músicas de Ennio Morricone, já usadas em longas de Sergio Leone, além da ênfase nos close-ups e na não-linearidade na construção de clímax). No geral, Way of the Dragon é um filme que envelheceu de maneira mais datada que outros filmes protagonizados por Bruce Lee, mas ainda mostra um esmero impressionante em seus aspectos técnicos e estilísticos em geral. Em suma: um filme excelente para aqueles que quiserem uma diversão descompromissada.

Way of the Dragon (O Vôo do Dragão) – Muito Bom





The Big Boss (1971)

26 11 2012

É esse tipo de filme que nos impede de esquecer quão gênio Bruce Lee foi. Esse homem, cuja genialidade e leveza transpassaram o campo da atuação profissional, protagoniza o incrível O Dragão Chinês (The Big Boss), de 1971. Sem muitos rodeios, o filme mostra a trajetória de um jovem lutador [Bruce Lee, magnânimo] que, empregado em uma pequena fábrica de gelo, se vê envolvido em uma trama de contrabando ilegal e assassinatos. Deslocado de seu ambiente costumeiro, o jovem se vê obrigado a quebrar sua promessa a seu velho tio e mentor que não iria mais se envolver em brigas; Lo Wei, diretor e roteirista, sabe utilizar este gancho, mostrando todo o percurso de “provação” que Chen Zhen (Lee) passa até, finalmente, deixar-se afetar pela violência, adentrando com tudo na trama: a partir daí, o filme – cujo ritmo já era acelerado, com ótimas sequências de luta, cresce vertiginosamente. Bruce praticamente “flana” pela tela, culminando com um show nas gigantescas cenas de ação, com uma pegada mais bruta e de efeito. E no fim ainda somos surpreendidos, com sopros de criatividade e ousadia, ao mostrar uma espécie de coerência nas relações causa-consequência desses personagens. Em suma: The Big Boss é um filme extremamente bem executado, com um ator fora de série e uma história que não tem medo de seguir uma linha de raciocínio e lógica. Recomendadíssimo!

O Dragão Chinês” (The Big Boss) – Excelente





The Grandmasters

20 07 2011

Tony Leung mandando bala.








%d bloggers like this: