Pitacos – Uma Viagem Muito Louca

11 09 2010

A madrugada na TV paga sempre nos traz boas surpresas. Nesta semana, consegui conferir o bom Terra dos Mortos, de 2005 [do mestre Romero], e depois pude ver uma surpreendente comédia: Uma Viagem Muito Louca, de 2008. O filme, estrelado pelos eternos coadjuvantes John Cho (o japonês da série American Pie, e tripulante da Enterprise no Star Trek de J.J. Abrams) e Kal Penn (O Dono da Festa, House e outros), é continuação do mini-hit Madrugada Muito Louca, de 2004.

Em Uma Viagem Muito Louca, Harold Lee [John Cho] e seu amigo Kumar Patel [Kal Penn] decidem ir a Amsterdã atrás de uma garota chamada Maria [a gracinha Paula Garcés]. Porém, a dupla, conhecida por seus hábitos cannabísticos, acaba sendo confundida com uma dupla de terroristas, e acabam presos em Guantanamo. A partir daí, eles tem que arrumar um jeito de sair das enrascadas nas quais se metem, e tentar impedir um casamento.

O mérito de Harold e Kumar é a vocação que a dupla tem para se tornarem protagonistas tão carismáticos quanto Cheech & Chong, os maconheiros do cinema nos anos 70. As situações em que eles se envolvem em algum tipo de merda só aumentam, e os diretores e idealizadores do filme, Jon Hurwitz e Hayden Schlossberg, criam sequências completamente nonsense, como a participação de Neil Patrick Harris, o encontro com George W. Bush e por aí vai.

Além disso, o roteiro é ácido, repleto de referências que vão de Goonies a Matthew Perry, e conta com personagens muito bons, como o politicamente incorreto agente Ron Fox [Rob Corddy]. O problema do filme são os romancezinhos de Harold e Kumar, que acabam trazendo um sentimentalismo meio chato ao filme. De resto, Uma Viagem Muito Louca é ótima diversão para quem procura uma boa comédia nonsense e politicamente incorreta.

Pontos Fortes – personagens politicamente incorretos, piadas sobre maconha

Pontos Fracos – os respectivos romances de Harold e Kumar

O Melhor do Filme – a sequência com Neil Patrick Harris e Rob Corddry ou a sequência na casa de George W. Bush

O Pior do Filme – a sequência do casamento

“Uma Viagem Muito Louca” – Muito Bom








%d bloggers like this: